23 março 2007

Os grandes portugueses... ou não tão grandes...

Como foi postado pelo Chico, alguns posts abaixo, na votação para os grandes portugueses, Salazar vai em primeiro (cerca de 50 mil votos), Afonso Henriques em segundo (30 mil votos) e Alvaro Cunhal em terceiro.

Há dias encontrei numa rotunda perto do Campus de Azurém (em Guimarães) um "out-door" que convidava a votar no Afonso Henriques por tudo aquilo que ele tinha feito por "nós". Quando vi aquilo, o sangue bracarense que me corre nas veias (carregado de bairrismo contra Guimarães) fez-me pensar: estes "mongas" dos vimaranenses (mongas no bom sentido :P), lá estão outra vez com a mania do berço e do malcriado que bateu na mãe e... bla bla bla...

Na verdade, vim a saber que, a campanha que estava a ver, e que se tem visto um pouco por todo o país, está ser lançada (penso que de forma não oficial) pela RTP para fazer com que o Salazar não saia vencedor... Pois bem, considero isto, indecente, desnecessário e retrógrada...

O facto de ganhar Salazar, ainda por cima com apenas 50 mil votos, não trazia mal nenhum ao mundo. É mais do que claro que esta vantagem tem a ver com uma fatia muito minúscula da população que é salazarista fanático e que foi lá votar. Se esquecermos que provavelmente houve gente que votou mais do que uma vez e considerarmos que cada voto foi feito apenas por uma pessoa, então estamos a falar de cerca de 0,5 % da população. Fico mais preocupado com vitórias eleitorais de Fátimas Felgueiras, de "Majores" Valentins, de Jardins, de Mesquitas... do que de Salazar num programa deste tipo.

Apesar do meu eleito ser outro candidato, não posso deixar de considerar que, a RTP (direcção de programas e produtor deste programa) já sabiam o que podiam estar sujeitos com esta iniciativa, e lutar contra as regras do jogo não é limpo, estão a forçar uma vitória de alguém que, para os portugueses, pode, nem sequer, merecer o segundo lugar...

Não havia necessidade...

2 comentários:

Pedro Morgado disse...

Mais uma vergonha..

cardoso disse...

É por estas e por outras que a televisão está cada vez mais desacreditada! Este coincurso é uma bestrialidade porque chamar ao primeiro classificado o maior português de sempre é de um pretensiosismo a toda a prova. É com barretes destes que querem combater os disparates das privadas???
Entre isto e aquele programa da TVI com mulheres burras já não sei o que é pior...
mas olhem... VIVA O FUTEBOL.