18 abril 2007

Belenenses - SC Braga


Amanhã joga-se no Estádio do Restelo a meia final da Taça de Portugal entre a equipa de Belém e o Braga. É daqueles jogos que todos querem ganhar e, a equipa orientada por Jorge Costa, quer de certeza estar presente no Jamor. Lamento o facto de o Braga ter menos 48h de descanso em relação ao adversário. Isto não é desculpa para os arsenalistas, até porque acho que para bem do desporto, em Portugal deveria jogar-se continuamente como em Inglaterra; mas, como isso não acontece, ao menos que o tempo de recuperação dos atletas seja igual para todos. De qualquer forma, penso que num jogo desta natureza, o factor psicológico pode sobrepor-se ao esforço/fadiga físico - havendo garra e vontade de vencer. Neste aspecto, o nosso treinador poderá ser uma mais valia na motivação do balneário bracarense, já que como jogador ganhou imensos troféus ao mais alto nível. Isto pode parecer do mais empírico que há, mas na minha opinião conta, e neste tipo de competição, a eliminar, pode ser determinante. O Braga tem um bom plantel, tem feito grandes épocas nos últimos anos, embora esta época tenha havido grande instabilidade nas equipas técnicas; por isso, acredito que temos valor para ultrapassar este obstáculo.
Do outro lado, temos o Belenenses que está à frente do Braga no campeonato, isolado no 4º lugar. O seu treinador, Jorge Jesus, está a fazer um trabalho notável numa equipa que joga bom futebol, marca muitos golos e ganha muitas vezes, mesmo depois de um início de época conturbado por causa do "caso Mateus".
Assim, que seja um bom jogo de futebol, sem casos... e de preferência que o Braga consiga ganhar.

Força Braga!


4 comentários:

Francisco Rodrigues disse...

Braga terá quatro mil adeptos

"Impressionante é o que se pode dizer da mobilização que está a ocorrer na Cidade dos Arcebispos no sentido de apoiar a equipa esta noite no Restelo. Os números ontem avançados na conferência de imprensa de Jorge Costa, pelo director executivo Eládio Paramés, apontam para uma presença no Restelo na ordem dos quatro mil adeptos do Braga. Um número que extravasa no dobro as perspectivas iniciais da SAD. Com direito a 35% da lotação do estádio em ingressos – cerca de 7 mil – os números reais não deixam de surpreender, tanto mais que se equivalem aos apontados como de adeptos previstos do Belenenses, também na ordem dos quatro mil. A única diferença é que uns farão 350 quilómetros por duas vezes..."
in O Jogo

Francisco Rodrigues disse...

Acima de tudo estou triste com o afastamento do Braga da final do Jamor. Em Lisboa queria-se a final de Lisboa - os corruptos conseguiram. Nem me vou dar ao trabalho de abrir um tópico sobre isto, o roubo, a ma fé, o anti-fair-pay e a vitória do sistema estão muito bem ilustradas aqui e aqui.

Aos mais de 4mil bracarenses presentes no restelo, uma palavra: bravos. Braga, tem adeptos e bons, ao contrário que se escreve em muito lado.

O meu orgulho bracarense, contudo, continua como sempre inabalável.

Rui disse...

Mamute,a culpa não pode ser só atribuída a esses begueiros vestidos de preto e passo a enumerar:
1º Depois de estarmos em desvantagem, o Braga reagiu e muito bem,criando várias situações de golo,após o golo do empate,em vez de caírmos em cima dos pastéis de Belém em busca do segundo golo,para minha irratação(para não chamar outra coisa),vejo os jogadores do Braga acomodados com o empate(até parecia que a merda do empate dava acesso à final).
Resumindo,falta de ambição dos jogadores do Braga.

2º Infelizmente em Portugal e concretamente no Braga temos jogadores,que em frente à baliza, fintam o guarda redes e preferem dar um mergulho para piscina(Maciel,a finalidade do jogo é marcar golos,não é mergulhar,para mergulhar vai-se à piscina,ou será que corremos o risco de ver o Maciel nas próximas Olimpíadas a fazer o triplo salto?).

E para finalizar e talvez a mais grave de todas, a condição física "excepcional" do SCB.
Inadmissível num clube profissional a disputar uma meia final da taça e quando faltava ainda 20 minutos para o fim dos 90 minutos, a equipa do Braga já não andava,quanto mais correr.Depois foi ver aquele prolongamento penoso para os jogadores,era ver qual deles estava em pior condição.

Meus senhores , para a próxima temporada é preciso reflectir e muito sobre estes aspectos,se não corremos o risco de fazer uma época mais penosa que a presente.

Francisco Rodrigues disse...

Bem visto.