09 dezembro 2007

Marés negras

Mais um derrame de petróleo. Mais uma maré negra. Mais um grave desastre ecológico, desta vez na Coreia do Sul. O ambiente está de luto. Estamos a acabar com o planeta.

Li que o navio em causa era de casco simples, quando a maioria dos petroleiros hoje em dia são de casco duplo. Este tipo de navios só deixará de circular, por razões de segurança, em 2010! Mas até lá, e para já, temos mais um marco desastroso da nossa história. Além disso, estamos a entrar no perigoso período de esta ser mais uma notícia, tal como acontece com a fome em África ou mais uma bomba que rebenta no Iraque. É mais uma notícia...

Outra das coisas interessantes, e depois do que aconteceu na Galiza, foi eu pensar se os voluntários estariam a adequadamente protegidos para a limpeza do crude. Quantos deste não poderão ficar com um cancro?

Pior do que o que está a acontecer, dado estes serem acontecimentos ocasionais, são as descargas ilegais com a limpeza dos tanques em alto mar com os resíduos a diluírem-se na água. Tal acontece devido à dificuldade de fiscalização e à falta escrúpulos dos donos dos navios.

Vamos lá reflectir um pouco.

2 comentários:

фґåлċĭşčø ЖįğůзĿ disse...

Entre a Rússia e o Cazaquistão, ainda há menos de um mês, devido às terríveis condições atmosféricas, afundaram-se numa semana 7 navios. Houve derrame de petróleo, mas também de enxofre. Pena ter sido pouco noticiado.

koolricky disse...

É uma vergonha navios com um casco simples ainda poderem transportar petróleo. Ainda por cima o derrame foi num país cuja economia revolve, sob muitos aspectos, na actividade pescatória...