19 agosto 2008

Desilusão Olímpica ou Acordar para a verdade

4 medalhas é practicamente impossível. Num lampejo de inexperiência numa atleta que já fez 2 Jogos Olímpicos (leia-se Naide Gomes), Portugal perdeu a melhor hipótese de chegar à medalha dourada. Mas a culpa não é de um só de Naide. A culpa é repartida.
- Pelo povo que só gosta de futebol e cerveja. Outra modalidade que não uma destas, só desperta interesse num campeonato mundial, europeu ou olímpico. A preguiça também conta. Portugal é um dos países com menos percentagem da população a praticar desporto.
- O governo pensa que os campeões se fazem em pavilhões obsoletos, em piscinas de 25 metros ou em mandar os melhores atletas para Espanha para treinar.
- Por alguns atletas que gastam o dinheiro dos contribuintes para ir fazer turismo. As palavras do atleta (?) Marco Fortes que às 10 da manhã gosta de estar deitadinho com as perninhas estendidas são um atestado ao profissionalismo deste "senhor".
O problema não é só ter 2 ou 3 medalhas no fim dos jogos. O problema é só ter meia dúzia de atletas que possam realmente ganhar uma medalha.

6 comentários:

Catarina Lopes disse...

Eu não concordo...
Em primeiro lugar nem vale a pena colocar a hipótese culpar a Naide Gomes de alguma coisa... É campeã mundial e trabalhou anos para chegar onde chegou. Infelizmente teve um grande azar. Quanto aos outros atletas, também acredito que deram o seu melhor, apenas não sabem como reagir perante as derrotas e acabam por dizer porcaria... Ninguém pode pôr em causa o sacrifício que estes atletas fazem para conseguirem chegar aos jogos olimpicos num país onde os apoios são quase nulos!!! Quem anda a brincar com o dinheiro dos portugueses são os senhores do futebol... Os atletas dos olímpicos bem mereciam no mínimo umas férias na China, já que, ao contrário dos senhores do futebol, não ganham fortunas!!!!
Apesar dos resultados: PARABÉNS PARA TODOS!!

NA disse...

Acompanho os jogos olímpicos de (muito) longe mas, neste tipo de provas não é aceitável comentários deste tipo: "Agora vou de férias. Treinei para os 3000 obstáculos. Não vou aos 5000 metros. As africanas são fortes. (Jéssica Augusto)"

Para se fazer revindicações é necessário credibilizar o trabalho que se faz. Se não é por ela, que seja pelos outros elementos da comitiva que ficam prejudicados com tais afirmações.

NA disse...

Já agora, fica o "link" da notícia .

koolricky disse...

catarina, nunca pus em causa o esforço que os POrtugueses nem tão pouco quis culpar a Naide pelo que aconteceu. A Naide falhou e como ela mesmo disse, acontece a todos. Mas foi uma das únicas que admitiu que falhou por culpa própria e não porque de manhã gosta de dormir, porque não é muito dada a estas competições, etc e tal...
Agora, o que não é aceitável é que alguns atletas falhem os objectivos mínimos e depois se saiam com as desculpazinhas do costume. Para estes Olímpicos foi investido muito dinheiro nos atletas Olímpicos (pena que só nestes) e exijo que, se não ganharem pelo menos o façam com brio.
Quanto aos atletas Olímpicos merecerem umas férias na China... Se jogarem com brio então sim, que se divirtam um bocado.
Nuno, a Jéssica correu os 5000.

NA disse...

Pois correu... Mais um motivo para não ter feito os comentários que fez!

koolricky disse...

Obviamente NA, nem sequer ponho isso em causa concordo com o teu comentário anterior.
Parece-me que hoje em dia os desportistas devem ter aulas de como pensar antes de dizer as coisas...