02 fevereiro 2009

Mike Tyson wannabe

Esta é somente a última das histórias que ilustra os efeitos da retirada da autoridade aos professores. O aluno em causa mordeu a professora no braço quando esta o levava ao conselho directivo por ter começado a pontapear cadeiras e carteiras durante um intervalo em que estava de castigo... Se fosse um caso isolado... Mas não é! É a geração que estamos a preparar.

5 comentários:

Catarina disse...

Eu tenho um aluno de 7º ano que veio transferido de outra escola porque já estva com muitas faltas disciplinares... Mas a mudança não lhe fez muito bem... Já foi suspenso 5 dias porque atirou com um objecto ao professor de tecnológica, ficando este a sangrar. Na passada semana voltou a ser suspenso por ameaçar de morte uma professora.
Espero não ser a próxima vítima:)

Wolfshade disse...

Pois, infelizmente são cenários que se vão tornando perigosamente frequentes. A entidade que manda na educação em Portugal nada faz: só falta mesmo castigar os professores.

NA disse...

Não se pode é continuar é a ter as escolas a substituir a polícia... Os casos relatados passam, em muito, o conceito de indisciplina. O que estes alunos fazem tem nome: é CRIME...

koolricky disse...

Pois Nuno, mas este crime só acontece porque os professores têm sido constantemente desautorizados aos olhos dos alunos.
Sempre houve alunos que magoaram e ameçaram professores. O problema é que eram casos isolados, agora é o pão nosso de cada dia!

NA disse...

Infelizmente não são só os professores que têm sido desautorizados. Há, sem sombra de dúvida, uma crise de autoridade transversal a toda a sociedade portuguesa. Vemos até polícias e juízes a ser agredidos e desautorizados... Não sei onde isto vai parar, mas vai ter que parar!