18 maio 2008

Usar Portugal como arma de arremesso

"O governo Espanhol ainda não reconheceu a independência Portuguesa"

São estas as palavras do Vice-presidente do Governo Autónomo da Catalunha. Josep-Luiz Rovira dia ainda que a Catalunha é como Portugal, mas sem os reformadores. Acrescenta que Portugal beneficiaria com a independência da Catalunha porque Espanha deixaria de fazer sombra sobre Portugal.
Há pessoas que não olham a meios para atingir um fim. Nem que para isso tenham que cair no ridículo

6 comentários:

osso disse...

é um comentário um pouco "forte" mas que com algumas verdades.
a independência de Portugal é sempre "posta em causa", nem que seja quando ouvimos portugueses dizer que seria melhor ser espanhol...
não que me parece que a independência da catalunha venha desviar muito as atenções do mau trabalho que os políticos nacionais fazem, para levarem a um pensamento destes.

koolricky disse...

Nao ponho em causa o bom ou mau trabalho dos politicos Portugueses. Mas dizer que Portugal nao e independente de Espanha (politicamente, obviamente que Portugal economicamente e totalmente dependente da Espanha) e um argumento tipo os posteres da Bennetton. Muito estardalhaco para atrair atencao.
Mas ao contrario da Bennetton, este senhor so caiu no ridiculo

(desculpem a falta de acentuacao)

фґåлċĭşčø ЖįğůзĿ disse...

E Olivença?

koolricky disse...

Perguntem aos habitantes de Olivença o que é que eles querem...

фґåлċĭşčø ЖįğůзĿ disse...

Por essa ordem de ideias eu gostava que Portugal fosse governado por noruegueses.

koolricky disse...

Aí está, Olivença é um argumento que não vale. Eles dizem-se Portugueses mas querem os euros com o Cervantes...
Como sempre na vida, não se pode ter tudo!