22 março 2008

Património Mundial


Santuário de Bom Jesus de Matosinhos - Congonhas, Minas Gerais, Brasil

O Santuário de Bom Jesus de Matosinhos é um conjunto arquitectónico e paisagístico formado por uma igreja, um adro com esculturas de Doze Profetas feitas por Aleijadinho e seis capelas com cenas da Paixão de Cristo. O santuário está localizado no morro do Maranhão, no município brasileiro de Congonhas, estado de Minas Gerais.
O conjunto foi construído em várias etapas, nos séculos XVIII e XIX, por vários mestres, artesãos e pintores, como Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, e Manuel da Costa Ataíde.
Tombado pelo SPHAN, atual IPHAN, em 1939, como património histórico nacional, foi considerado Património Mundial da Unesco em 1985.
A fundação do santuário é atribuída ao português Feliciano Mendes que, tendo adoecido gravemente, prometeu construir um templo a Bom Jesus de Matosinhos, como o que havia em Braga, sua terra natal, caso alcançasse a cura. A igreja foi construída entre 1757 e 1765. in Wikipédia


É caso para perguntar, o que falta ao Bom Jesus de Braga para ser património da humanidade?

2 comentários:

Vitor disse...

Não sei qual é o Bom Jesus, patrono do templo do Bom Jesus em Braga, mas sei que em Matosinhos o santo Popular é o Senhor de Matosinhos (o Bom Jesus de Matosinhos).
Salvo o erro acho que é assim, tanto mais que junto ao Porto de Leixões e à lota existe um "cruzeiro" em devoção ao santo padroeiro.

PS: julgo que no fim deve faltar um a: "o que falta (a)o Bom Jesus de Braga "

Necronomicon disse...

Obrigado pela correcção.