22 outubro 2008

relatório

O relatório sobre o descarrilamento da linha do Tua já saiu. Resultado: não há conclusões. A CP demite-se de responsabilidades e acusa a REFER de não fazer manutenção naquele troço específico há 15 anos. Esta, por sua vez, acusa a CP de não colocar naquela linha os comboios mais indicados. Para ficar numa igualdade, a opinião é de que houve um súbito aluimento de terra que mudou o ângulo da parabólica dos carris. Como antigamente, os vizinhos empurram o pó para a porta dos outros.

Ainda no mesmo tema, parece que a linha Pocinho - Barca de Alva vai mesmo abrir mas sem fundos europeus. Parece que vai haver financiamento autárquico por parte do governo com justificação da haver mais acessibilidade, tanto por parte do Porto e litoral, como de Espanha (que também quer abrir a linha de Salamanca até Aguiar).

1 comentário:

Kyrgyzstan disse...

Pois, já se previa. Uma vergonha. Este país assim não pode evoluir. Aliás, pela imagem que se mostra no post seguinte, vê-se que tem regredido.